UM OUTUBRO HIPER-RUIDOSO

This slideshow requires JavaScript.

Associação Terapêutica do Ruído apresenta:

UM OUTUBRO HIPER-RUIDOSO

O Outono terapêutico já começou e Outubro será hiper-ruidoso! Para além dos diversos concertos que irão acontecer durante este mês, vai ser lançada uma compilação de homenagem ao terapeuta do ruído João Capela, falecido em Fevereiro passado, que incluirá temas de vários projectos musicais amigos e que será precedida pela edição de uma nova música dos Asimov no dia 18. A compilação levará o nome de “Kauspellaplatz” e estará disponível em formato digital/online a partir do dia 31 de Outubro numa parceria entre a ATR e todos os músicos e amigos envolvidos. Mais informações em breve…

Para começar, esta quinta-feira (9 Out.), a ATR regressa ao Bartô para apresentar dois power-duos guitarra-bateria: de um lado o punk dos espanhóis Cigüeña e do outro o doom dos portugueses Ocelot Kid! (mais info abaixo)

E na próxima semana (sáb. 18 Out.), também no Bartô, haverá concertos dos electrizantes Commonplaces, banda de Cádis que se estreia em Lisboa e do novo projecto de exploração electro-acústica Deslize do colectivo A Besta, com o qual a ATR tem o prazer de colaborar pela primeira vez!

No último sábado do mês (25 Out.) a ATR celebra um ano da sua residência mensal no RDA69, onde para além do delicioso jantar haverá actuações especiais do imprevisível cantautor belga Guillaume Maupin, do desalinhado poeta Nuno Moura e da mulitfacetada artista Rita Braga!

E na semana seguinte (ter. 28 Out.) há a pré-abertura da nova sede da Zaratan – Associação Cultural, com a qual a ATR começará a desenvolver uma programação musical regular, com concertos experimentais, intervenções sonoras e outros ruídos! Nesta primeira sessão haverá actuações da dupla norueguesa Propan e da dupla portuguesa Techno Widow & X!

Finalmente e para terminar o mês em grande a ATR e o Bartô conjuraram para o dia 31 (sexta-feira) a Noite do Bruxedo, evento paranormal que contará com a assombrosa presença do quinteto argentino de avant-jazz-free-jazz-tango-experimental-surrealista Orquesta Metafísica e com um dj set feiticeiresco dos indescritíveis Kafunfo noSoundsystem, sempre bem regado com as projecções sobrenaturais do VJ Gif!

(artwork by Martina Manyà)

qui. 9 Out. 22h – Cigüeña (es) + Ocelot Kid (pt) @ Bartô – LISBOA

(Costa do Castelo, 7 / entrada: 3 euros)

Cigüeña = Martín e Unai. Unai e Martín. Bateria e guitarra. Guitarra e batería. Punk-rock. Paixão. Paixão e punk-rock. Punk-rock entendido como uma verdade. Paixão entendida como se cada canção fosse a última que vão escrever nas suas vidas. A canção. Paixão entendida como se cada concerto fossem os últimos 15 minutos do prolongamento da final da Liga dos Campeões. Uma final da Liga dos Campeões que nenhuma das equipas jamais chegará a vencer. O primeiro disco é fixe. Gravado ao vivo, como nos seus concertos. Paixão. A canção. O segundo disco ainda é mais fixe, gravado ao vivo por Pablo Peiró dos Betunizer. Apresentam-nos o seu segundo disco: «Neptuno». Continuam sem inventar nada, já o fizeram bandas como: Drive Like Jehu, Fugazi, Hüsker Dü, Jawbreaker, Hot Snakes, Superchunk, Rites of Spring, etc. Martín e Unai. Bateria e guitarra. Paixão. A canção. Punk-rock directamente de Valência para Lisboa.

www.facebook.com/ziguenya

www.youtu.be/wCyWkoP3DMs

Ocelot Kid é um duo nascido na cidade do Montijo. Com uma sonoridade que junta o lado mais abrasivo do espectro musical com uma tenacidade vinda do punk e uma ética d.i.y. guitarra + bateria, peso à antiga. Ou como escreveu Rui Eduardo Paes no seu blog Bitaites: «A música tresanda a Black Sabbath e Discharge, situando-se a meia distância entre o metal e o punk, e se quiserem um ponto de referência atual, digamos que os Melvins não desdenhariam ter estes pequenos leopardos tugas a fazer as primeiras partes dos seus concertos.»

www.facebook.com/ocelotkid
www.youtube.com/watch?v=shKmy3LYEhs
www.youtube.com/watch?v=eAsXldjslkg

www.terapiadoruido.pt.vu