Esta semana o guitarrista italiano Maurizio Abate, que passou em Portugal em 2010 com o duo Asabikeshiinh, regressa ao nosso país, desta feita com a vocalista italiana Adele H, para apresentarem os seus projectos a solo no Damas(Lisboa) na quinta-feira (29 de Outubro), na Casa da Cultura (Setúbal) na sexta-feira (30 de Outubro), no Ateneu de Coimbra no sábado (31 de Outubro) e no Gato Vadio (Porto) no domingo (1 de Novembro)! (+ info em baixo e aqui)

Entretanto no sábado (31 de Outubro) há a segunda sessão do Ciclo Três Três Três na Zaratan com concertos de Sirius, Pop Popov e Velge Naturlig e risografias com artwork de Tiago Baptista produzidas pela 1359! (+ info em baixo e aqui)
Relembramos que no novo Espaço Múltiplo, para além da distribuidora de discos e do arquivo terapêutico da ATR, continua disponível a pasta produzida pela 1359 que junta seis risografias realizadas em colaboração com os músicos que participaram no Pré-Go, ciclo de concertos pré-inaugurais da Zaratan que decorreu há um ano atrás! A pasta inclui ainda uma cassete com excertos dos concertos de Propan, Techno Widow, Samuel Hällkvist & Stephan Sieben, Yan-Gant Y-Tan, Of Rivers and Trains e Zeger & De, que pode também ser adquirida à parte!

E para começar o Novembro Terapêutico teremos mais dois regressos:Probosci, o duo do guitarrista Gyan Riley e do violinista Timba Harris que esteve em Lisboa no final de 2013 e L’Œillère, o guitarrista que abriu para o enorme Mike Watt e os seus Missingmen em 2014! Os dois projectos actuarão separada e juntamente no Lounge no dia 6 de Novembro (sexta-feira) numa parceria entre a ATR e a ZigurArtists! (+ info em breve)

Por último a ATR gostaria de chamar a atenção para a campanha de angariação de fundos (aka “crowdfunding”) que está a decorrer até dia 4 de Dezembro para a gravação, produção e edição do novo álbum dos Loosers! (+ info aqui)

quinta-feira | 29 de Outubro | 23h
Damas
Rua da Voz do Operário, 60 – Lisboa
entrada livre

sexta-feira | 30 de Outubro | 21h30
Casa da Cultura
Rua Detrás da Guarda, 26-34 – Setúbal
entrada: 3 euros
organização: Experimentáculo

sábado | 31 de Outubro | 21h30
Ateneu
Rua do Cabido, 8 – Coimbra
entrada sugerida: 4 euros
organização: Prisma

domingo | 1 de Novembro | 18h
Gato Vadio
Rua do Rosário, 281 – Porto
entrada: contribuições livres

«Adele H é uma cantautora milanesa, que segue a máxima do “quem canta os seus males espanta”. Movida a loops e alguma percussão, Adele H utiliza e modela a sua voz em estratificações sonoras, numa personificação musical da mais primordial expressão sonora.»

«Maurizio Abate também é italiano, mas é na guitarra que se exprime, num percurso que começou no início dos anos 2000 e que passou por diversosprojectos e colaborações. Numa aproximação muito própria do blues e dos mantras psicadélicos, Maurizio Abate aborda a guitarra de uma forma muito particular, que vai do fingerpicking de John Fahey ao experimentalismo mais radical de Fred Firth. “Loneliness, Desire and Revenge” é o seu mais recente trabalho e servirá de cartão de visita a este concerto.»

sábado | 31 de Outubro | 19h

Sirius (sz/pt)
Pop Popov (us/pt)
Velge Naturlig (pt)

Ciclo Três Três Três #2
Zaratan
Rua de São Bento, 432 – Lisboa
entrada: 3 euros

Organizado pela Associação Terapêutica do Ruído em parceria com a Zaratan e a 1359 o Ciclo Três Três Três apresenta um conjunto de concertos, performances sonoras e experiências auditivas de artistas nacionais e internacionais. O ciclo é composto por três sessões, três actuações por cada sessão, para as quais são criadas e impressas três risografias de autor. Para esta sessão o artista convidado é Tiago Baptista.

«Sirius é um duo formado por Monsieur Trinité (objectos diversos) e Yaw Tembe (trompete) que tem pautado o seu percurso na busca da interacção sonora através da improvisação e intersecção de timbres e gestos. Cada concerto é um estudo da relação entre o som e o silêncio/som e o espaço.»

«Pop Popov é um projecto que junta o músico e compositor português de bandas sonoras para videojogos Franciso Furtado e o trompetista americanoTrever Hagen. O duo, que surgiu em Osaka e foi concretizado em Lisboa, dedica-se a explorar a ressonância e reverberação dos espaços de escuta partilhada através da improvisação com trompete preparado, feedbacks, sons de videojogos e loops de fita magnética, demonstrando numa espécie de ocupação estética do espaço que a ressonância e a reverberação são também formas de poder sónico que configuram a maneira como os nossos corpos participam na tradição, acção presente e futura prática da guerra.»

«Velge Naturlig é um compositor português, activo desde 1995, que se baseia nos rituais ocultos, gnósticos e primordiais das eras galácticas/siderais para criar paisagens sonoras e electrónicas e também drones kosmische, utilizando diversas fontes analógicas

«Tiago Baptista vive e trabalha em Lisboa. Estudou Artes Plásticas na ESAD nas Caldas da Rainha, terminou a licenciatura em 2008. Em 2015 foi-lhe atribuído o Prémio de Aquisição Amadeo de Souza-Cardoso e expôs individualmente na Galeria 3+1. Em 2013 foi seleccionado para o Prémio Novos Artistas EDP. Tem exposto o seu trabalho em vários espaços desde 2008. Desde 2005 auto-edita fanzines e livros. Em 2006 fundou a pequena editora “Façam fanzines e cuspam martelos”, projecto partilhado com Catarina Domingues que se dedica à auto-edição. Tem realizado, também, cartazes para a ZDB e para o colectivo a9)))).»