A hiperactiva Associação Terapêutica do Ruído (ATR) e os seus infames gémeos siameses dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS (dSCi) continuam a celebrar 10 anos de ruído terapêutico ao longo de todo este ano, mas depois de terem cumprido oficialmente o seu aniversário em Maio abrandam um pouco o seu imparável ritmo nos próximos meses!

Esta sexta-feira (23 de Junho) há o sexto acto da Convenção Internacional do Ruído Terapêutico, residência mensal da ATR no Damas que desta feita incluirá uma prelecção sobre ruído delicado pelo duo italiano Comaneci (que regressa a Portugal depois de uma memorável passagem pelo nosso país em 2013 e das vindas a solo em 2014 e 2016 de Glauco Salvo aka Of Rivers and Trains), uma dissertação sobre ruído inefável pelo terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Desmarques e ainda uma palestra sobre ruído exótico pela doutora Candy Diaz! Para a ocasião será reeditado digitalmente através do bandcamp da ATR o álbum “Bear With Me” do terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Zé Trigueiros, juntamente com o seu novo single “Telhado”, dando continuação a uma série de reedições de discos que tiveram a colaboração da ATR! (+ info em baixo e aqui)

E no dia seguinte (sábado | 24 de Junho) os Comaneci e o Desmarques estarão também nas Caldas da Rainha para um house concert no Moinho Saloio, organizado pela boa gente do Grémio Caldense! (+ info aqui)

Convenção Internacional do Ruído Terapêutico #6

23 de Junho | sexta-feira | 23h

Comaneci (it)
Desmarques (pt)
Candy Diaz (dj set)

Damas
Rua da Voz do Operário, 60 – Lisboa
entrada livre

No cada vez mais fértil panorama das promotoras e demais agentes de disseminação cultural fundamentadas na crença e na verdade, é absolutamente obrigatório destacar o pioneirismo bravo do trabalho incansável desta Associação Terapêutica do Ruído contra todas as intempéries. Entidade gémea dos dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS que tem vindo a a inflamar o tecido cultural deste país com inúmeros concertos e actividades espalhados por todos os locais de interesse neste país, num exemplo de bravura ainda longe de estar devidamente cartografado, mas merecedor do maior respeito e admiração.

No ano em que celebram uma década de actividade, num exemplo quase único de resistência e visão por estes lados, esta cooperativa de meliantes e agitadores fundamentada num princípio comunal de honestidade e coração celebram esse mesmo feito com a Convenção Internacional do Ruído Terapêutico. Nova residência da ATR nesta casa que sempre os acolheu e que se vai estender ao longo deste ano em 10 aparições alinhadas com o espírito inconformista e a vontade que sempre guiou os seus instintos.

Comaneci
Com nome sacado à lendária ginasta Nadia Comaneci, este duo originário de Ravenna em Itália, regressa a Portugal novamente pela mão da ATR, num estreitar de relações desta comunidade fervilhante. A atravessar 12 anos de existência pejados de aparições um pouco por todo o mundo, partilhando palco com gente tão ilustre como Six Organs of Admittance, Howie Gelb ou Codeine, os Comaneci partem da folk e dos blues para as deixarem levitar num plano com tanto de intangível quanto comunal. Canções atmosféricas, feitas de sonho e nuance, num chamamento etéreo que em palco se assume como um ritual.

Desmarques
Alias de João Marques, um dos cabecilhas da ATR e guitarrista nos dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS – mas também membro dos hibernados Lemur e de outras divagações mais ou menos perenes – que aqui se apresenta em solitário e muito provavelmente com guitarra portuguesa. Militante do ruído, a solo mostra-nos uma faceta igualmente exploratória mas em levitação, com recurso a pedais e demais quitanços onde a tradição do instrumento é transfigurada numa outra música que não aquela a que normalmente é associada, mas igualmente rica e lírica. Planante, em curso desviante.

Candy Diaz
Co-autora do programa “A Floresta Encantada” na companhia de Tiago Castro (aka ACID ACID), Candy Diaz, de seu verdadeiro nome Ana Farinha, tem sido umas das mais activas e entusiasmantes divulgadoras de recantos mais ou menos – com todos os pontos intermédios – obscuros do garage e demais derivações psicadélicas e urgentes do rock em toda a sua cartografia. Nesta noite e em linha com o seu carácter disruptivo, abre essa panorâmica para abarcar também o experimentalismo, o espaço infinito do dub e o desconhecido.

textos: Bruno Silva
artwork: José Smith Vargas

Entretanto já está disponível para escuta a mixtape “10 anos de ATR & dSCi (capítulo VI)” que a ATR e a stress.fm prepararam com temas de alguns dos projectos que já passaram ou que ainda vão passar por este terapêutico mês!
E também já está disponível “20min”, o primeiro disco de Kid, novo projecto de música electrónica do terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Boris Nunes, pela recém-criada editora Partícula!
Advertisements