4a578cde-ca94-496f-8083-911825b2625a

Durante este mês os gémeos siameses Associação Terapêutica do Ruído edUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS continuam a celebrar o seu 9º aniversário: a hiperactiva ATR com uma programação extensa e variada (e os infames dSCi preparando algumas surpresas para breve)!
b60f841a-ab1a-480d-ad7e-14bf4294063d
E para terminar o mês em grande temos o regresso do power-duo francêsDaikiri, que depois do mítico concerto no Mini-Festival do Ruído em 2013 está de volta a Portugal para várias datas: quarta-feira (25 de Maio) na Stronghold(Caldas da Rainha), quinta-feira (26 de Maio) no Café au Lait (Porto), sexta-feira (27 de Maio) no Damas (juntamente com os holandeses Dead Neanderthals e com dj set do DJ Primo Kino para a festa de lançamento de“Jengi”, o primeiro álbum dos Älforjs, integrada na digressão ibérica Almocreve Tour deste trio lisboeta de voodoo noise), sábado (28 de Maio) nas Oficinas do Convento (Montemor-o-Novo) e domingo (29 de Maio) no Pinga Amor(Coimbra)! (+ info em baixo e aqui e ali e ali e ali e ali)

f3d38c23-0853-4c1c-b698-4cfab46ada77 atr2
Entretanto a cantautora austríaca Alicia Edelweiss continua o seu périplo pelo nosso país para apresentar o seu álbum de estreia “Mother, how could you” e esta terça-feira (24 de Maio) estará com o cantautor italiano Gipsy Rufina noParqe (Caldas da Rainha) para celebrar um ano de actividades do Grémio Caldense! De seguida tocará no Má Ideia (Aveiro) na quinta-feira (26 de Maio), n’O Meu Mercedes (Porto) na sexta-feira (27 de Maio), no Espaço Compasso(Porto) no sábado (28 de Maio) e no Projectil (Braga) no domingo (29 de Maio)! (+ info em baixo e aqui e ali e ali)

E continua disponível para escuta a mixtape “uma primavera terapêutica (parte II)” que a ATR e a stress.fm prepararam com temas de alguns dos projectos que já passaram ou ainda vão passar por este ruidoso mês de Maio! E também continua disponível para venda no Espaço Múltiplo (Zaratan) “Bear With Me”, o primeiro disco a solo de Zé Trigueiros, que foi recentemente editado em formato físico!

Posted in Uncategorized

ATR apresenta:

leeatr.gif

Durante este mês os gémeos siameses Associação Terapêutica do Ruído edUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS continuam a celebrar o seu 9º aniversário: a hiperactiva ATR com uma programação extensa e variada (e os infames dSCi preparando algumas surpresas para breve)!

Esta semana temos os regresso do cantautor italiano Gipsy Rufina, que esteve presente no MINI BRUTAL FEST no início deste ano e que actuará com o português Peter Wood na Zaratan (Lisboa) na quinta-feira (19 de Maio), no Bar ACERT (Tondela) na sexta-feira (20 de Maio), no BluesFest (São Pedro do Sul) no sábado (21 de Maio) e com o seu conterrâneo Spookyman na Casa das Artes(Coimbra) no domingo (22 de Maio)! (+ info em baixo e aqui e ali e ali e ali)

E também o regresso da cantautora austríaca Alicia Edelweiss, que começou a sua carreira no nosso país em 2012 e que está de volta a Portugal para apresentar o seu álbum de estreia “Mother, how could you” durante as próximas semanas! Esta semana tocará com a portuguesa Izzy Bunny noLounge (Lisboa) na sexta-feira (20 de Maio) e no Ginjal Terrasse (Almada) no sábado (21 de Maio)! (+ info em baixo e aqui)

astr.jpg

Gipsy Rufina
(folk/blues – itália)

19 de Maio | quinta-feira | 19h
(+ Peter Wood)
Zaratan
Rua de São Bento, 432 – Lisboa
entrada livre para sócios – quota anual: 3 euros

20 de Maio | sexta-feira | 23h
Bar ACERT
Rua Dr. Ricardo Mota, 14 – Tondela
organizado por: Cadeira Amarela

21 de Maio | sábado
BluesFest
Praça do Solar da Lapa São Pedro do Sul
organizado por: Cadeira Amarela

22 de Maio | domingo | 17h
(+ Spookyman)
Casa das Artes
Avenida Sá da Bandeira, 83 – Coimbra
entrada: 3 euros
organizado por: Condomínio Criativo

Gipsy Rufina é o projecto a solo do cantautor nómada Emiliano “Gipsy” Liberali. Originário de Santa Rufina, uma claustrofóbica aldeia no centro da Itália, Gipsy desejava ver o que havia para além das montanhas. Para além das montanhas estava Roma, onde tocou em diversas bandas da cena punk/hardcore dos anos 90. Mas rapidamente Roma se tornou demasiado pequena e Gipsy quis ver o que havia do outro lado do oceano. Uma vez cruzado o oceano, vagueou pelos E.U.A. durante meses e começou a escrever canções com uma guitarra acústica que comprou em Chicago por 10 dólares.
De regresso à Europa, depois de muitas viagens pelo mundo, Gipsy gravou a sua primeira maqueta com um gravador de quatro pistas em 2004 e começou a dedicar-se à música a tempo inteiro. Rapidamente a sua vida se transformou numa eterna digressão, seguindo o espírito dos antigos trovadores. Desde aí não tem parado, tocando as suas composições folk/blues um pouco por todo o lado, incluindo pelo nosso país, onde deixou óptimas recordações nas suas passagens em 2011, 2013 e no início deste ano.

Peter Wood criou-se nas margens do IC19, entre Agualva e o Cacém. Cedo foi Brainwashed by Amalia, depois raptado e vendido como guitarrista a uma banda psicadélica. Tornou-se gregário, foi meio Mamute, mas acabou sozinhodebaixo dum salgueiro a ver os comboios passar na linha de Sintra. Depois partiu um pé, desligou a guitarra, pôs-se a ouvir John Fahey e Tommy Johnson para tocar o blues da Ribeira das Jardas.
Foi visto recentemente no Tojal do Moinho e no Brejo de Azeitão. Levavacamisa engomada, calçado confortável, uma guitarra e um funil acústico. Resultou desta expedição o magnífico cd-r de estreia, com capa gravada artesanalmente pelo famigerado Siago Tilva (a oficina está em laboração contínua).

atr2.jpg
Alicia Edelweiss
(freak folk – áustria)

20 de Maio | sexta-feira | 22h30
(+ Izzy Bunny + Mário Valente dj set)
Lounge
Rua da Moeda, 1 – Lisboa
entrada livre

21 de Maio | sábado | 19h30
Ginjal Terrasse
Cais do Ginjal, 7 – Almada
entrada livre

Após dois anos e meio de ausência a ex-vagabunda-hippie Alicia Edelweiss, cantautora e performer de rua oriunda de Viena, está finalmente de volta a Portugal, desta feita com a missão de apresentar o seu álbum de estreia“Mother, how could you”, uma comédia trágico-doentia em dez actos. Portugal! O país que ensinou esta mendiga lunática a parar de saltar para dentro dos contentores do lixo e a começar a escrever canções! O país onde gravou o seu primeiro EP “I should have been overproduced” e que a fez ansiar por sucesso, dinheiro e fama! Isso mesmo, Portugal! O pedaço de terra que mostrou a estafedelha da Europa Central o que era a verdadeira pobreza! Observem bem no que ela se tornou! Vejam o seu grande acordeão preto! Ouçam como ela canta e grita!

Izzy Bunny vem dos matos algarvios munida de guitarras chinesas. Escrevecanções sobre deuses, desenhos animados, fantasmas, pedras, bicicletas, entre outros. A produção é bastante reduzida e o skill também. O primeiro e único EP“izzy bunny is easy listening”, gravado num quarto bolorento nas Caldas da Rainha em 2013, comprova isso mesmo (é melhor ouvir do que descrever).

f3d38c23-0853-4c1c-b698-4cfab46ada77.jpg
Até ao fim do mês teremos ainda o regresso do power-duo francês Daikiri, que entre outras datas estará no Damas no dia 27 de Maio juntamente com os holandesesDead Neanderthals e o DJ Primo Kino para a festa de lançamento de “Jengi”, o primeiro álbum do trio lisboeta de voodoo noise Älforjs, integrada na Almocreve Tour, digressão ibérica que teve início no passado dia 14 de Maio em Évora e que estará na estrada de 19 a 28 de Maio! (+ info em breve e aqui)
CAPA DISCO enviar 300dpi
Entretanto continua disponível para escuta a mixtape “uma primavera terapêutica (parte II)” que a ATR e a stress.fm prepararam com temas de alguns dos projectos que já passaram ou ainda vão passar por este ruidoso mês de Maio! E também já se encontra disponível para venda no Espaço Múltiplo (Zaratan) “Bear With Me”, o primeiro disco a solo de Zé Trigueiros, que foi recentemente editado em formato físico!
Posted in Uncategorized

atr

Durante este mês os gémeos siameses Associação Terapêutica do RuídodUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS celebram o seu 9º aniversário: a hiperactiva ATR com uma programação extensa e variada (e os infames dSCi preparando algumas surpresas para breve)!

Esta semana temos a estreia em Portugal do trio francês de brutal-surf-rockArno De Cea & The Clockwork Wizards que toca na terça-feira (10 de Maio) nas Caldas da Rainha (no Parqe pelas mãos do Grémio Caldense), na quarta-feira (11 de Maio) em Lisboa (no Damas) e na quinta-feira (12 de Maio) no Porto (n’O Meu Mercedes pelas mãos da Festas Productions)! (+ info em baixo e aqui e alie ali)

E esta semana na Zaratan, para além do 11º episódio do Leitmotiv, ciclo de música escriturada com curadoria de Bernardo Álvares na sexta-feira (13 de Maio), há também concerto da dupla Kocher & Manouach do acordeonista suíço Jonas Kocher e do saxofonista grego Ilan Manouach no domingo (15 de Maio)! (+ info em baixo e aqui e aqui)

Até ao fim do mês teremos ainda os regressos do cantautor italiano Gipsy Rufina (que actuará com Peter Wood na Zaratan no dia 19, no BluesFest em São Pedro do Sul no dia 20 e no Bar ACERT em Tondela no dia 21 de Maio), da cantautora austríaca Alicia Edelweiss (que entre outras datas tocará com Izzy Bunny no Lounge no dia 20 de Maio) e do power-duo francês Daikiri (que entre outros concertos estará no Damas no dia 27 de Maio juntamente com os holandeses Dead Neanderthals e o DJ Primo Kino para a festa de lançamento de “Jengi”, o primeiro álbum dos Älforjs, integrada na digressão ibérica que este trio lisboeta de voodoo noise fará de 14 a 28 de Maio)! (+ info em breve)

E já está disponível para escuta a mixtape “uma primavera terapêutica (parte II)” que a ATR e a stress.fm prepararam com temas de alguns dos projectos que já passaram ou ainda vão passar por este ruidoso mês de Maio!
Posted in Uncategorized

atr.gif

Este mês os gémeos siameses Associação Terapêutica do Ruído edUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS celebram o seu 9º aniversário: a hiperactiva ATR com uma programação extensa e variada (e os infames dSCi preparando algumas surpresas para breve)!

Para começar o mês temos a continuação do ciclo de música improvisada da ATR no Damas na quarta-feira (4 de Maio) com concerto do quarteto deRodrigo Amado, Luís Vicente, Hugo Antunes e João Lencastre e dj set deFad!gaz! E também a conclusão do Bi-Ciclo na Zaratan no domingo (8 de Maio) com actuações do baixista britânico Howie Reeve e do guitarrista francêsPhilippe Lenzini e com artwork de Saba! (+ info em baixo e aqui e aqui)

E durante o fim de semana alguns terapeutas do ruído estarão presentes na 7ª edição do MIA – Encontro de Música Improvisada de Atougia da Baleia, que decorrerá entre os dias 5 e 8 de Maio nesta localidade perto de Peniche! (+ infoaqui)

Na próxima semana teremos a estreia em Portugal do trio francês de brutal-surf-rock Arno De Cea & The Clockwork Wizards que tocará no dia 10 de Maio nas Caldas da Rainha (no Parqe pelas mãos do Grémio Caldense), no dia 11 de Maio em Lisboa (no Damas) e no dia 12 de Maio no Porto (n’O Meu Mercedespelas mãos da Festas Productions)! E também a festa do 17º aniversário doLounge no dia 14 de Maio que entre muitas outras ilustres presenças contará com uma actuação de Twisted Freak e com um dj set dos Kafunfo noSoundsystem! E ainda concerto da dupla suíço-grega Kocher & Manouach naZaratan no dia 15 de Maio! (+ info em breve)

Até ao fim do mês teremos também os regressos do cantautor italiano Gipsy Rufina (que actuará com Peter Wood na Zaratan no dia 19 de Maio), da cantautora austríaca Alicia Edelweiss (que entre outras datas tocará com Izzy Bunny no Lounge no dia 20 de Maio) e do power-duo francês Daikiri (que entre outros concertos estará no Damas no dia 27 de Maio para a festa de lançamento do primeiro álbum dos Älforjs, integrada na digressão ibérica que este trio lisboeta de voodoo noise fará a partir de 19 de Maio)! (+ info em breve)

atr1
4 de Maio | quarta-feira | 23h

Amado | Vicente | Antunes | Lencastre (pt)
Fad!gaz (dj set)

Damas
Rua da Voz do Operário, 60 – Lisboa
entrada livre

Nesta sétima sessão do ciclo de concertos de música improvisada da ATR no Damas teremos a actuação do quarteto de Rodrigo Amado (saxofone), Luís Vicente (trompete), Hugo Antunes (contrabaixo) e João Lencastre (bateria), seguido de dj set de Fad!gaz.

«Grupo composto por quatro dos mais importantes e activos músicos da cena improvisada, cujo encontro em diferentes ocasiões tem proporcionado resultados mágicos. Se por um lado Rodrigo Amado se tem destacado com o seuMotion Trio, ao lado de Gabriel Ferrandini e Miguel Mira, João Lencastre tem-se afirmado com o seu Communion e esbatido barreiras com o trio No Project. O contrabaixista Hugo Antunes regressado a Portugal depois de uma bem sucedida experiência em solo belga que lhe proporcionou encontros importantíssimos para a sua acentuação na abordagem ao instrumento, particularmente visível no trio Malus ao lado de Chris Corsano e Nate Wooley. A quadrante fecha-se com o emergente Luís Vicente, que lentamente tem palmeado um lugar privilegiado ao lado dos trompetistas mais interessantes da actualidade, trabalho esse brilhantemente representado em grupos como Fail Better!, Clocks & Clouds, WAS, Chamber 4, Deux Maisons e no duo ao lado de Jari Marjamäki.» in Barraca Fest

«Fernando Fadigas (aka Fad!gaz) é artista sonoro e multimédia, editor, programador de música e artes experimentais. Em diferentes contextos os seus trabalhos dividem-se em concertos, instalações sonoras, performances multimédia e dj sets. Ao vivo, tendo em conta as propriedades acústicas de cada espaço, faz um equilíbrio entre a nova e a velha tecnologia, manipulando diversos geradores de som como circuitos electrónicos, software, síntese analógica, fitas, discos de vinil originais e modificados. Dirige com Miguel Sá a editora e promotora Variz.org, neste âmbito programam concertos e festivais de música electrónica e partilham projectos como Producers (improvisação electrónica) ou Tra$h Converters (dj set).»

atr2
8 de Maio | domingo | 18h

Howie Reeve (uk)
Philippe Lenzini (fr)

Bi-Ciclo #5
Zaratan
Rua de São Bento, 432 – Lisboa
entrada livre para sócios – quota anual: 3 euros

Organizado pela Associação Terapêutica do Ruído em parceria com a Zaratan, o Bi-Ciclo acontece uma vez por mês e concentra numa tarde dois concertos a solo de música experimental. Por cada episódio do ciclo convidamos um artista a produzir um cartaz duplo, duas imagens em uma, propondo um diálogo directo inspirado nos intervenientes musicais do Bi-Ciclo. O artwork resultante deste convite é, como nos ciclos realizados anteriormente, impresso em risografia numa edição limitada assinada pelo artista. Para esta última sessão o artista convidado é Saba.

«Howie Reeve é uma lenda da cena DIY de Glasgow (Escócia) que nos útlimos anos se tem dedicado a tocar baixo acústico e a cantar a solo. Depois da colaboração com o enorme Mike Watt (Minutemen/Stooges) no ano passado que resultou num single de duetos de baixo, Howie vem apresentar-nos o seu terceiro álbum “smaller, now” editado em Fevereiro pela britânica The Audacious Art Experiment e pela alemã Red Wig. Na sua música podem encontrar-se influências tão díspares como o pós-punk, o avant-garde, a folk ou o flamenco, mas o mais marcante é sem dúvida a riqueza emocional e ahonestidade desarmante das suas canções.»

«Philippe Lenzini é um guitarrista e produtor que desenvolve o seu trabalho entre Londres, Paris e Lisboa. Começou o seu percurso na banda Dirty District, que marcou a cena do rock alternativo francês durante os anos 90. Já em Londres gravou com outros artistas, compondo para filmes, animações e performances de teatro e dança. É fundador do grupo In Deep Band com base em Paris e membro do colectivo londrino de improvisação Orchestra Elastique. A solo Lenzini apresenta-nos um set que mistura influências musicais do delta blues, rock, folk e atmosferas hipnóticas e cinemáticas

Posted in Uncategorized

b6ce6b6c-45b8-4647-b7e4-697c494f73f0

Esta semana temos a estreia em Portugal do lendário Martin Bisi, músico e produtor do mítico BC Studio em Brooklyn que vem apresentar o documentário“Sound and Chaos: The Story of BC Studio” e o seu último disco a solo “Ex Nihilo”! Em Lisboa o filme será projectado na Zaratan, seguido de concerto com a sua banda no Lounge (numa parceria entre a ATR, a Zaratan e o Salón Fuzz, que também incluirá dj sets do anfitrião Mário Valente e dos indescritíveisKafunfo noSoundsystem) na quinta-feira (28 de Abril)! No dia seguinte (sexta-feira | 29 de Abril) seguirá rumo às Caldas da Rainha, onde fará a apresentação do documentário e actuará com a sua banda no Parqe (pelas mãos do Grémio Caldense) e no sábado (30 de Abril) estará presente na Sonoscopia no Porto para apresentar o documentário e tocar com Diego Ferri, um dos membros da sua banda! (+ info em baixo e aqui e ali)

E esta semana temos também o regresso do one-man-noise-band francês Klaus Legal, que passou pelo nosso país em 2014 com os Les Spritz e que depois do concerto em Leiria no Espaço O Nariz na terça-feira (26 de Abril), actuará com o power-duo-experimental siciliano Trrmà (projecto paralelo de um dos membros dos Les Spritz) no Rock Star Pub em Braga na quinta-feira (28 de Abril) e no Disgraça em Lisboa na sexta-feira (29 de Abril)! (+ info em baixo eaqui e ali)

Na próxima semana teremos a continuação do ciclo de música improvisada da ATR no Damas com concerto do quarteto de Rodrigo Amado, Luís Vicente,Hugo Antunes e João Lencastre e dj set de Fad!gaz no dia 4 de Maio e também a conclusão do Bi-Ciclo na Zaratan com actuações do baixista britânico Howie Reeve e do guitarrista francês Philippe Lenzini no dia 8 de Maio! (+ info em breve)

Entretanto a segunda edição do Um ao Molhe, festival itinerante de one-man/woman-bands organizado pela Antes Cowboy que Toureiro com o apoio de várias entidades, incluindo a ATR, termina esta semana com paragens em várias cidades e locais!

E continua disponível para escuta a mixtape que a ATR e a stress.fmprepararam com temas de alguns dos projectos que já passaram ou ainda vão passar pelo início desta primavera terapêutica!

196fcb15-8cdb-45bd-9d8a-89ab10fe26e5d1c6fa40-b53d-4c26-bac3-0e439564c408

TRRMÀ (it)
KLAUS LEGAL (fr)26 de Abril | terça-feira | 22h
Espaço O Nariz
Recreio do Artistas – Leiria
entrada: 4 euros
organizado por YAYAYEAH

28 de Abril | quinta-feira | 22h
+ MOCA (pt)
Rock Star Pub
Rua Nova de Santa Cruz, 23-A – Braga
organizado por Projéctil

29 de Abril | sexta-feira | 20h
Disgraça
Rua da Penha de França, 217 – Lisboa
entrada: contribuições livres – mínimo 3 DIYs
jantar vegan

Os Trrmà são um power-duo guitarra-bateria constituído por membros das bandas Les Spritz e La Confraternita del Purgatorio, que neste novo projecto se dedicam a explorar sonoridades mais experimentais, alienígenas e abstractas, evocando os espíritos tribais da origem da humanidade e do planeta Terra para criarem uma banda sonora que junta explosões solares, o declínio dos grandes impérios da Antiguidade e ruídos industriais do novo milénio.

Klaus Legal regressa a Portugal para apresentar a sua mais recente performance de luz e som na qual se serve de controladores, lâmpadas e sintetizadores fotossensíveis para produzir ritmos e ondas de sons que são posteriormente modulados através dos mais variados efeitos de modo a chegar a diferentes tipos de paisagens sonoras. O resultado pode ser descrito como techno-ofuscante, power-electrónica-não-aconselhada-para-epilépticos ou música-industrial-para-ouvidos-e-olhos e é fortemente influenciado por nomes como Esplendor Geometrico, Pan Sonic, Sudden Infant e outros projectos electroacústicos que utilizam a luz como principal instrumento.

Posted in Uncategorized