Este mês os gémeos siameses Associação Terapêutica do Ruído (ATR) e dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS (dSCi) fazem 11 anos!

AMANHÃ (quinta-feira | 17 de Maio) o incrível power-trio francês Le Singe Blanc volta a Lisboa passado 7 anos para um muito aguardado concerto no Lounge, seguido de dj set de Mário Valente! (+ info em baixo e aqui)

E no sábado (19 de Maio) os infames dSCi regressam À da Maxada para a Pankadex Party, festa que decorrerá neste espaço autónomo em Setúbal a partir das 16h e que contará com a ruidosa presença dos já mencionados Le Singe Blanc, dos intrépidos Parpar e também dos holandeses Suicidade e Diesel Breäth e dos setubalenses Sukata! (+ info aqui e ali)

Na próxima terça-feira (22 de Maio) o terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Catapulta regressa ao Desterro para fazer barulho com o noisemaker colombiano Jorge Barco e com o projecto lisboeta UNITEDSTATESOF, todos muito bem acompanhados pelas projecções ruidosas do colombiano Andrés Jurado! (+ info aqui)

E no dia 25 e 26 de Maio o terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Desmarques
estará em Barcelona para participar na festa de 10º aniversário do colectivo Ojalá Estë Mi Bici, onde estará a falar sobre a cena DIY e a tocar a solo! (+ info aqui)

Entretanto os infames dSCi tiveram que adiar para dia 30 de Maio a sua sexta DIStapa, jantar semanal que as várias bandas e grupos que ensaiam no Disgraça servem às quartas-feiras e que junta tapas veganas a projecções de filmes com o intuito de angariar fundos para a manutenção do espaço! (+ info em breve)

17 de Maio | quinta-feira | 22h!!!

Le Singe Blanc (fr)
Mário Valente (dj set)

Lounge
Rua da Moeda, 1 – Lisboa
entrada livre

Activos desde 2000, com centenas de concertos por todo o mundo e inúmeros discos e colaborações na bagagem, os Le Singe Blanc são um mítico e atípico power-trio originário de Metz (França) conhecido pelo seu aguçado sentido de absurdo e pela sua sonoridade ímpar e delirante. Após um período de menos actividade esta espécie de primata albino melomaníaco está de volta às estradas e aos palcos, ainda armada por dois baixistas/vocalistas mas com um novo baterista/vocalista, para nos electrificar e pôr a dançar ao som do seu drum’n’babass/zouk-core degenerado. Regressam a Lisboa depois do inesquecível concerto que deram na saudosa Da Barbuda em 2011 (e das várias actuações dos Daikiri, o explosivo duo de um dos seus membros, no nosso país nos últimos anos).

Advertisements
Posted in Uncategorized

Este mês além do 11º aniversário dos gémeos siameses Associação Terapêutica do Ruído (ATR) e dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS (dSCi), há mais dois aniversários especiais!

No sábado (5 de Maio) o Lounge faz 19 anos e a ATR junta-se mais uma vez à habitual festa non-stop que decorrerá entre as 16h e as 4h e que entre muitas outras actuações incluirá um concerto dos intrépidos Parpar e um dj set dos indescritíveis Kafunfo noSoundsystem! (+ info aqui)

No dia 17 de Maio o incrível power-trio francês Le Singe Blanc volta a Lisboa passado 7 anos para um muito aguardado concerto no Lounge, seguido de dj set de Mário Valente! (+ info em breve e aqui)

E no dia 19 de Maio os infames dSCi regressam À da Maxada para a Punkadex Party, festa que decorrerá neste espaço autónomo em Setúbal a partir das 16h e que contará com a ruidosa presença dos já mencionados Le Singe Blanc e Parpar e também dos holandeses Suicidade e Diesel Breäth e ainda dos setubalenses Sukata! (+ info em breve e aqui)

No dia 22 de Maio o terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Catapultaregressa ao Desterro para fazer barulho com Jorge Barco e Andrés Jurado, dois doutorados em ruído vindos da Colômbia e também com o projecto lisboeta UNITEDSTATESOF! (+ info em breve)

E no dia 25 e 26 de Maio o terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Desmarques
desloca-se a Barcelona para participar na festa de 10º aniversário do colectivo Ojalá Estë Mi Bici, onde estará a falar sobre a cena DIY e a tocar a solo! (+ info em breve e aqui)

Entretanto na quarta-feira (16 de Maio) os infames dSCi estarão a fazer a sua sexta DIStapa, jantar semanal que as várias bandas e grupos que ensaiam no Disgraça servem às quartas-feiras e que junta tapas veganas a projecções de filmes com o intuito de angariar fundos para a manutenção do espaço! (+ info em breve)

Posted in Uncategorized

Esta sexta-feira (20 de Abril) às 22h há a estreia em Lisboa dos polacos Kurws, que virão acompanhados pelo Gazelle of Death, mítico veículo conduzido pelo russo Danis Alexieyev, para um concerto imperdível no Lounge, seguido de um dj set de CVLT! (+ info em baixo e aqui)

Entretanto na quarta-feira (18 de Abril) os infames dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS  (dSCi) estarão a fazer a sua quinta DIStapa, jantar semanal que as várias bandas e grupos que ensaiam no Disgraça servem às quartas-feiras e que junta tapas veganas a projecções de filmes com o intuito de angariar fundos para a manutenção do espaço! Nesta sessão o filme será “Rockers” do realizador Ted Bafaloukos! (+ info aqui)

E na quinta-feira (19 de Abril) o terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Desmarques regressa aos palcos para participar no segundo episódio do Free Folks, ciclo mensal de concertos do Desterro que incluirá também actuações do guitarrista Peter Wood e da dupla de contrabaixistas Faustino/Madeira! (+ info aqui)

20 de Abril | sexta-feira | 22h!!!

Kurws & Gazelle of Death (pl/ru)
CVLT (dj set)

Lounge
Rua da Moeda, 1 – Lisboa
entrada livre

Os Kurws são um dos segredos mais mal guardados do underground europeu, formados em Maio de 2008 e oriundos da prolífica cena DIY de Wrocław (Polónia), de onde já nos chegaram bandas como os Ukryte Zalety Systemu ou os Przepych, este power-trio, que por vezes se transforma em quarteto com a adição de um saxofonista, prossegue a sua pesquisa muito própria por entre os alicerces do rock. Armados com repetições, recombinações, variações e contrastes inesperados, fintam as expectativas e os rótulos servindo-se de elementos do pós-punk, kraut rock, rock in opposition, funk e no wave para criarem a sua sonoridade única, onde a improvisação se cruza com a composição e o rock se vai dissecando, desconstruindo e destilando para continuar a pulsar com vigor. Vêm pela primeira vez a Portugal para nos apresentarem o seu último álbum “Alarm”, editado no final do ano passado (e virão muito bem acompanhados pelo Gazelle of Death, mítico veículo conduzido pelo russo Danis Alexieyev, do qual já foram publicados dois livros de banda desenhada e sobre o qual estará a ser feito um documentário durante esta digressão).

Posted in Uncategorized

Esta quinta-feira (12 de Abril) os infames dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS(dSCi) regressam aos palcos para tocar no Sabotage com os Uivo Zebra, o super power-trio de João Sousa (A Besta), Jorge Nuno (Signs of the Silhouette) e Hernâni Faustino (RED trio)! E a acompanhar os dSCi haverá dois convidados muito especiais! (+ info em baixo e aqui)

E na sexta-feira (13 de Abril) os infames dSCi juntam-se de novo aos famigerados Cardíaco, com os quais lançaram a “Chains Split Tape Vol. 2” e partilharam os palcos por diversas ocasiões (incluindo a experiência em conjunto na primeira edição do Concêntrico no início deste ano), para mais uma vez fazerem barulho na SMUP, desta feita como dOISsEMIcARDÍACOSiNVERTIDOS, numa noite com curadoria de Rui Eduardo Paes que contará também com a ruidosa presença do guitarrista Luís Lopes e do seu noise solo! (+ info em baixo e aqui)

Na próxima semana (quarta-feira | 18 de Abril) os infames dSCi estarão a fazer a sua quinta DIStapa, jantar semanal que as várias bandas e grupos que ensaiam no Disgraça servem às quartas-feiras e que junta tapas veganas a projecções de filmes com o intuito de angariar fundos para a manutenção do espaço! E na sexta-feira (20 de Abril) no Lounge teremos a estreia em Lisboa dos polacos Kurws, que virão acompanhados pelo Gazelle of Death, mítico veículo conduzido pelo russo Danis Alexieyev! (+ info em breve e aqui)

12 de Abril | quinta-feira | 22h30

dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS (pt)
Uivo Zebra (pt)

Sabotage
Rua de São Paulo, 16 – Lisboa
entrada: 6 euros

Formados em 2007 pelas mesmas mentes doentias que criaram a hiperactiva Associação Terapêutica do Ruído, entidade siamesa que se dedica à promoção de concertos DIY e à edição e distribuição de discos, os dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS são um colectivo de terapeutas do ruído sediado em Lisboa que tem um cadastro quase tão extenso e intenso como a sua música: dois EPs (“I” em 2008 e “II” em 2009), uma cassete (“SADITREVNiSAIEHCLOcIMEsSAUd“ em 2010), um LP (“4” em 2012), duas split-tapes (“dSCi/Cangarra” em 2013 e “Chains Split Tape Vol. 2” em 2016), um single (“Poda/Enco” em 2018), dois álbuns ao vivo com o seu projecto paralelo de improvisação electro-acústica dOISsEMIcIRCUITOSiNVERTIDOS, participações em várias compilações, inúmeras digressões europeias e centenas de concertos nas mais variadas situações e lugares e com os mais diversos grupos e músicos, isto sem falar de todos os outros projectos a que estão ou estiveram directa e indirectamente ligados ao longo destes anos.

No parapeito de um uivo, debruçou-se uma zebra. Outra se acercou, navegando entre dimensões do uivo em que a zebra se debruçara. A última, grave, encontrou as outras duas, quais rasgos de interdimensionalidade, semelhantes na dispersão do inesperado. As três carregadas de uivo, quebrando os encontros possíveis, voltaram ao parapeito.

13 de Abril | sexta-feira | 22h

dOISsEMIcARDÍACOSiNVERTIDOS (pt)
Luis Lopes (pt)

SMUP
Rua Marquês de Pombal, 319 – Parede
entrada: não-sócios – 5 euros / sócios – 4 euros

“Foram várias as ocasiões em que as bandas dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS e Cardíaco partilharam os mesmos palcos, tocando uma depois da outra, mas as cumplicidades que assim se foram encontrando, e o facto de ambas terem atrás de si colectivos com filosofias comuns, a Associação Terapêutica do Ruído e A Besta, levaram a que em Janeiro deste ano se tentasse um tête-à-tête. Aconteceu na primeira edição do ciclo de concertos Concêntrico, na Estudantina Recreativa de S. Domingos de Rana, e com resultados musicais tão entusiasmantes que a vontade de continuar logo ali se firmou, bem como a de deixar de entender o entrosamento conseguido como um chocar de cornos entre dois búfalos. Das duas formações surgiu uma só, esta que agora se apresenta na SMUP como algo mais do que duas identidades em diálogo: dOISsEMIcARDÍACOSiNVERTIDOS. A música em prática é definida pelos métodos da improvisação e da experimentação, estando a base idiomática no rock. Esta é entendida de forma muito abrangente, podendo ou não surgir aspectos do punk, do metal e das tendências prog ou psych. Uma coisa é certa: a música, essa, será crua, densa e barulhenta.
Quando os dOISsEMIcARDÍACOSiNVERTIDOS começarem o seu set, já os nossos ouvidos estarão preparados para a tempestade que provocarem, pois a noite começa com o projecto Noise Solo do guitarrista Luís Lopes. Se na origem este teve como motivação «calar o ruído da cidade de Lisboa», agora vem calar a Parede, convidando-nos a darmos atenção ao mundo sonoro não-domesticado e não-funcionalista que pode surgir de uma manipulação abusiva da electricidade.” 
by Rui Eduardo Paes
Posted in Uncategorized

Esta sexta-feira (9 de Março) os infames dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS(dSCi) cruzam-se de novo com o mítico duo norueguês de forest sludge punk La Casa Fantom, depois de terem partilhado o palco da saudosa KyläKancra em 2010, para um concerto imperdível no Disgraça! (+ info em baixo e aqui)

No sábado (10 de Março) os terapeutas do ruído (e membros dos infames dSCi) Catapulta e Desmarques deslocam-se até À da Maxada (Setúbal) para actuarem em formato b2b numa noite ruidosa que contará também com a ilustre presença do noisemaker tailandês Pisitakun, que vem a Portugal pela primeira vez para várias datas! (+ info em baixo e aqui)

E esta semana o terapeuta do ruído (e membro dos infames dSCi) Zé Trigueirosvai lançar o seu segundo disco a solo intitulado “Sombra”, que foi inteiramente gravado e misturado pelo próprio num estábulo algures nas profundezas das montanhas do sul de França e que inclui a participação dos músicos Domenikos de Visser e Xavier Poisignon em dois dos temas! Depois do primeiro registo “Bear With Me”, cuja reedição através do bandcamp da ATR já continha “Telhado/Dots”, single de antecipação do novo EP, esta edição conta mais uma vez com o apoio da ATR e poderá ser escutada a partir de dia 9 de Março através do bandcamp do músico, sendo que entretanto já está disponível o teledisco do tema “Rua”!

9 de Março | sexta-feira | a partir das 19h30
La Casa Fantom (no)

Disgraça
Rua da Penha de França, 217 – Lisboa
entrada: 3-5 diy’s | jantar vegano às 20h
organização: No Borders – DIY booking

10 de Março | sábado | 22h

Catapulta b2b Desmarques (pt)
Pisitakun (th)

À da Maxada
GPS: 38.539692, -8.908804 – Setúbal
entrada: contribuições livres

Posted in Uncategorized